Redes sociais
Arte RADIO

Notícias

Postado dia 09/08/2019 às 17:14:34

Detento que já havia criado confusão na cadeia de Cornélio Procópio acaba mal ao tentar ferir de morte agente penitenciário

De acordo com o Capitão Berbert da Polícia Militar de Cornélio Procópio

De acordo com o Capitão Berbert da Polícia Militar de Cornélio Procópio, um detento da Cadeia Pública local, de nome Welington Maria, também conhecido como “Tom”, que recentemente já havia criado confusão ao fingir estar doente, obrigando socorristas e equipes policiais a fazerem o transporte do mesmo para a Santa Casa e de volta a prisão sem necessidade, mobilizando um contingente de profissionais e tentado agredir um agente penitenciário, ameaçando também os demais de morte, novamente voltou a promover desordem, mas desta vez acabou se dando muito mal.

Segundo o CPT Berbert, na terça-feira (6), suspeitando que ele pudesse ter uma arma branca feita de modo rústico usando uma escova de dentes, a qual é cortada e afiada para ser usada como uma espécie de punhal, chamada de “estoque” entre os detentos, os agentes penitenciários solicitaram apoio da PM para uma revista na sua cela, onde foi encontrada tal arma, a qual foi apreendida.

No dia seguinte, na manhã de quinta-feira (7), ao fazer a ronda de rotina na parte interna do presídio por volta das 10 horas, um agente penitenciário foi surpreendido pelo indivíduo, que tentando cumprir a sua ameaça, o atacou usando um novo “estoque”.

Sem hesitar e em uma ação legítima, uma policial militar da equipe da ROTAM, que estava no presídio e viu a situação, rapidamente usou sua arma contra Welington para salvar a vida do agente penitenciário, efetuando um disparo com munição não letal contra o detento, mas que o deixou ferido nas pernas, informou o CPT Berbert.

Welington estava em uma cela isolada, pois teria tido problemas com os outros presos e a medida tomada foi a sua imediata transferência para uma unidade prisional na cidade de Londrina, pois ficando aqui em Cornélio Procópio ele oferece risco tanto para os agentes penitenciários como para si mesmo, finalizou o CPT Berbert.

 

 

 

Por ANUNCIFACIL


envie seu comentário »

Arte aplicativo