Redes sociais
Arte RADIO

Esporte

Postado dia 01/02/2019 às 10:28:33

Tubarão: Matheuzinho sai, Dagol renova

O lateral-direito Matheuzinho foi vendido para o Flamengo. O negócio foi concretizado nesta quinta-feira (31), quando um representante do clube carioca esteve no Londrina para sacramentar o negócio. O contrato, porém, ainda não foi assinado, o que deve acontecer nos próximos dias. O anúncio foi feito pelo gestor do LEC, Sérgio Malucelli, que também confirmou que faltam apenas detalhes para a renovação de contrato de Dagoberto para a Série B do Brasileiro. O atacante vai participar do lançamento do programa de Sócio-Torcedor do clube, na terça-feira (5). 

Matheuzinho, de 18 anos, teve 50% de seus direitos econômicos vendidos por R$ 1,2 milhão. O restante continuará com o Tubarão. O Flamengo irá pagar em três parcelas de R$ 400 mil, com o primeiro vencimento em 11 de fevereiro. O restante será quitado em julho de 2018 e fevereiro de 2019. Ele deverá integrar a base do Rubro-negro, já que o elenco profissional conta com Pará, Rodinei e Klebinho. O londrinense Rafinha, que atualmente está no Bayern de Munique, tem negociação com a equipe carioca. 

Matheuzinho deverá jogar normalmente o próximo duelo pelo Londrina, sábado (2), às 20 horas, contra o Coritiba, no estádio Couto Pereira. A perspectiva é que deixe o clube em definitivo após a última rodada do primeiro turno do Estadual, em 10 de fevereiro. Contra o Americano-RJ (Copa do Brasil) e Paraná Clube (Paranaense), a tendência é que esteja com o restante do elenco, porém, no banco de reservas. Segundo informações, vai aproveitar a estadia no Rio de Janeiro na próxima semana para fazer exames médicos no Flamengo. 

Formado nas categorias de base do Londrina, Matheuzinho se destacou na edição de 2018 da Copa São Paulo de Futebol Júnior, sendo promovido ao time principal logo após o fim do torneio. Foram 14 jogos pela equipe principal no ano passado. Foi convocado em novembro para atuar pela seleção brasileira sub-20 em dois amistosos. Neste ano, vem jogando como titular. 

De acordo com Malucelli, o dinheiro da venda do lateral chegará em boa hora. O mandatário reclama da falta do último repasse do patrocínio da Caixa Econômica Federal referente à temporada passada. O montante de R$ 400 mil deveria ter sido depositado na primeira quinzena de janeiro. "A Caixa não se pronunciou e simplesmente falou que não tem ordens para fazer o pagamento, que o governo que assumiu suspendeu todos, o que é muito errado. Está prejudicando e muito o andamento das nossas dívidas, pois temos nossos credores", criticou. 

O banco foi notificado pelo LEC em duas oportunidades e a promessa da diretoria é acionar judicialmente a instituição financeira. "Cumprimos todas as metas estipuladas no contrato", garantiu o gestor. "No mês de janeiro, o único rendimento que teríamos seria esse. Só fechamos com um patrocinador até agora." Em nota, a Caixa limitou-se a dizer que "assuntos relativos aos patrocínios e seus desdobramentos são tratados diretamente com proponentes ou patrocinados". 

Nesta quinta, o time apresentou mais dois reforços para o Paranaense: o zagueiro Maycon Nascimento, 20, ex-Portimonense (Portugal), e o atacante Alex Bruno, 25, ex-Gyeongnam (Coreia do Sul).
 
Pedro Marconi
Reportagem Local


envie seu comentário »

Arte aplicativo