Redes sociais
Arte RADIO

Amauri Brevilheri Nossa Coluna

Postado dia 08/10/2015 às 07:29:23

Nossa Coluna - 08 10 2015

APITAÇO!

Um grupo de servidores municipais protestaram ontem, 07, em frente à prefeitura contra o corte na insalubridade. Por mais de uma hora os servidores gritavam palavras de ordem como “fora prefeito”. É uma cena que não acontecia desde que Márcio Pozzi foi prefeito. A situação não está fácil para o prefeito que mantém a posição.

 

DUPLICAÇÃO ANUNCIADA!

O Secretário Pepe Richa estará em Cornélio Procópio amanhã, 09, para anunciar oficialmente a duplicação da BR 369 entre Jataizinho e Cornélio Procópio. O irmão do governador vem para substituir a presença do governador Beto Richa que não virá nem para a EXPOCOP 2015. A notícia da duplicação não é mais novidade por aqui, ontem, 07, o governador anunciou em sua página oficial.

 

A CONTA É A MESMA?!!

No último mês faltou água cinco dias e o interessante que o valor da conta não reduziu, muito pelo contrário, aumentou. Algum economista pode explicar essa proeza da SANEPAR?

 

FIM DA FARMÁCIA POPULAR -  

Cerca de 1,1 milhão de pacientes deverão ficar sem acesso a medicamentos que não serão mais vendidos pelo modelo de copagamento do Programa Farmácia Popular. Com o corte de 578 milhões da saúde a modalidade de subsidio de medicamentos em até 90% será prejudicada. Com o corte desses medicamentos na rede privada, a rede pública não terá como oferecer medicamentos contra o Parkinson, rinite e glaucoma. O consumidor passará a pagar, no ano que vem, pelo custo total.

 

NOVAS REGRAS –

Os novos diretores das 2.220 escolas estaduais do Paraná serão eleitos no final deste ano sob os novos critérios aprovados na quarta-feira (7) pela Assembleia Legislativa. O substitutivo ao projeto do Executivo foi aprovado com duas emendas – uma do líder do governo, Luiz Claudio Romanelli (PMDB), redefinindo e detalhando pontos do texto original; e outra de Requião Filho (PMDB), fixando exigências para a eleição de diretores de escolas técnicas. Dez outras emendas foram rejeitadas. A sessão foi bastante agitada, com grande presença de professores nas galerias. O texto aprovado desagradou a APP-Sindicato, que representa os professores da rede pública estadual. Dirigente da entidade, Marlei Fernandes afirmou que faltou debate nas escolas e na Assembleia. “Mais uma vez a bancada do governo desconsiderou as emendas que apresentamos. No final, prevaleceu a visão da maioria, sem sequer analisar as emendas que aprimorariam o projeto”, disse Marlei. (Gazeta do Povo).


envie seu comentário »

Arte aplicativo